Cuca aproveita o “vilão” tricolor, acerta no segundo tempo e conquista vantagem

No primeiro confronto das oitavas-de-final da Libertadores, o São Paulo entrou pressionado pelo desempenho nos últimos jogos, mas com a confiança na forte camisa que sempre cresce na competição. O favoritismo do Galo se misturava a pressão pelo jejum de títulos e pelo peso do recente fracasso dos primeiros colocados na fase de grupos no mata-mata.

Ney Franco manteve o 4-2-3-1 com Jadson na direita e Ganso no meio, mas com Aloísio na frente. Agrupado e fechando os espaços do time mineiro, o São Paulo adiantou as linhas e conseguiu o domínio do jogo na primeira etapa, dificultando as investidas do Galo, no costumeiro 4-2-3-1 que abusa da ligação direta para Jô quebrar para as diagonais de Bernard ou Tardelli.

Cuca individualizou: Pierre em Ganso, Donizete em Denílson e Ronaldinho em Wellington. Mas seu time não trocava passes pelo chão e perdia todas pelo alto. Em jogada pela direita, Ganso mostrou a categoria que parecia adormecida e Jadson aproveitou para colocar o São Paulo em vantagem e ferver o vermelho Morumbi.

A marcação do São Paulo era tão apertada que Carleto, Lúcio e Aloísio sentiram o físico. O último saiu para a entrada de Ademílson e não alterou o sistema do Tricolor, que continuava bloqueando o Galo e procurando Ganso ou Osvaldo nos rápidos contragolpes. Atordoado e sem a velocidade, de onde nascem as principais jogadas do time, o Galo sentiu a pressão e o São Paulo chutou com perigo em várias oportunidades.

No limite físico e já machucado, Lúcio fez falta violenta e deixou o São Paulo com 10, apesar das reclamações são-paulinas, que pediam mais cartões para o Galo que abusava das faltas. Ney Franco corrigiu a linha defensiva com Rodolpho no lugar de Ademílson e fechou o time no campo de defesa. A partir dos 40 minutos, o Galo tomou a iniciativa, adiantou seu time e colocou a bola no chão. Apesar da tentativa, foi na jogada mais forte do time que o Galo empatou: escanteio na medida para Ronaldinho aparecer no jogo e incendiar o confronto.

Cuca deve ter percebido que o domínio do Galo se deu justamente quando Marcos Rocha avançou e começou a lançar Bernard ou Tardelli para o “facão”. Com Pierre e Leandro Donizete, o Galo não começa as jogadas pelos volantes, mas sim nas combinações pelo alto com os incisivos pontas ou com a categoria de Ronaldinho. Para ganhar em passe, Cuca trocou Donizete por Josué e encurralou o São Paulo no seu campo de defesa, procurando Ronaldinho ou os pontas. Com um a menos, restou ao São Paulo montar 2 linhas para proteger a área e apostar na velocidade de Osvaldo.

A nova dinâmica do Galo funcionou: Tardelli fez contra o clube que o revelou para o cenário nacional e o Atlético dominou a segunda etapa do início ao fim, com bola no chão, capricho no passe e inversão dos pontas. O São Paulo esperou a bola para Osvaldo que não veio e ficou acuado no próprio campo, lembrando a apatia que incomoda os torcedores.

Ney viu e decidiu agir: trocou Rodolpho, extenuado, por Douglas e apostou na velocidade e drible pelas laterais. Mas não chegou com perigo no gol de Victor pelo trabalho de posse de bola do Galo, que também não chutou a gol pelo cansaço de Bernard e Tardelli. Cuca lançou Luan e pediu para Rosinei, no lugar de Tardelli, tocar a bola. Na base do abafa, o São Paulo tentou com Osvaldo na direita, mas o Galo segurou o resultado.

Cuca parece mais calmo e maduro, não lembrando os tempos de Cruzeiro e São Paulo. No confronto de volta, o acerto no segundo tempo pode garantir com tranquilidade mais um resultado positivo. O São Paulo parecia renascer com o gol no início, mas a expulsão de Lucio, a queda de desempenho de Jadson e Ganso e a apatia no segundo tempo podem custar a sexta eliminação para brasileiros desde 2006. Dessa vez com candidato a vilão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s