O jogo dos craques

O superclássico espanhol, considerado o maior do mundo atualmente e cheio de conotações políticas, representava para o Real Madrid a chance de conseguir diminuir a diferença de 8 pontos para o Barcelona, muito pela crise interna, que fez o Real ter péssimos resultados nos primeiros jogos. O clássico poderia marcar a  volta de Kaká, titular na goleada sobre o Ajax. Agora sob o comando de Tito Vilanova, o Barcelona manteve seu estilo, mesmo que não tão eficiente como na época de Guardiola, e uma vitória sobre o Real seria a afirmação de um time que ganha, mas leva muitos gols e ainda não convence totalmente.

No Barcelona, Tito surpreendeu e mandou a campo nenhum zagueiro de ofício, como Guardiola já fazia. Num misto de 4-3-3 e 3-4-3, o Barcelona veio a campo com o meio reforçado por Fábregas e Xavi e Busquets vigiando Ozil, mas se juntando a zaga para liberar os dois laterais ofensivos. Messi, cada vez mais 9 e menos 10, ficou enfiado entre os zagueiros, uma opção muito mais de Vilanova do que Guardiola, e Iniesta circulava pelo ataque e pelo meio o tempo todo na esquerda. Já o Real Madrid veio a campo no tradicional 4-2-3-1 de Mourinho, com Ozil como meia central, uma nova oportunidade dada ao alemão, que foi marcado individualmente por Busquets. Com disciplina tática e explorando os imensos espaços nas costas dos laterais, o Real dominou boa parte das ações ofensivas, mesmo com menos posse de bola.

As linhas adiantadas do Barcelona continuam, mas a troca de passes mudou: se com Guardiola era quase que uma obrigação tocar a bola com qualidade, com Tito ela é tocada muitas vezes apressadamente, sem objetivo. Mais desorganizado do que o costume, o Barcelona ainda domina e pressiona, mas a defesa é muito mais exposta do que antes: em alguns momentos, apenas 2 jogadores ficaram atrás da linha do campo. Foi justamente o espaço que o Barça deixou que o Real explorou: bola para os rápidos Di Maria, que ficou mais contido, e para Cristiano Ronaldo acionar Benzema ou Ozil. Mesmo assim, o Real não ficou apenas atrás, trocando passes no campo de ataque e jogando bolas na área, por conta da baixa zaga culé.

Num jogo pegado, com os times mais preocupados em anular o adversário, foi a vez dos melhores do mundo aparecerem para decidir. Cristiano Ronaldo recebeu de Benzema para tocar no canto esquerdo de Valdés: 1 a 0 Real Madrid. Após o gol, o Barça sentiu e o Real pressionou, mas foi Messi que empatou, em falha grotesca da zaga merengue. Com o jogo aberto, o Barça avançou e pressionou o time de Madrid, que parava em faltas Messi e companhia. Foi em uma delas que o camisa 10 cobrou com perfeição para virar o jogo. Novamente, jogo aberto e preço pago pela zaga improvisada do Barça: Ronaldo recebeu passe perfeito de Ozil, nas costas de Adriano, e empatou o jogo. Faltou pouco para o Barça chegar ao terceiro gol, mas o Real Madrid teve chances claras de desempatar.

O resultado não foi especialmente ruim para ninguém, mas o aviso é mais forte ao Barcelona: mesmo estilo, mas menos eficiente. Em temporadas passadas, o time sufocava o adversário, que não tinha chance de chegar ao ataque. Hoje, o Barça pressiona menos e deixa o adversário chegar ao gol: são vários jogos em que o time culé levou 2 gols. Messi ainda é Messi, mas rende mais entre os volantes, e não como um típico 9. Falta zagueiros de ofício e Fábregas precisa voltar a grande fase do Arsenal.

O Real Madrid parece ter aprendido a receita para vencer o Barça: marcação avançada, atenção na defesa e velocidade nos espaços as costas. A diferença entre Real e Barça continua em 8 pontos no espanhol, mas o time de Madrid parece muito mais preparado para a Champions League, o grande objetivo da temporada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s